Home»Pelo Mundo»Europa»Queluz: Roteiro de 1/2 dia. O que fazer?

Queluz: Roteiro de 1/2 dia. O que fazer?

0
Shares
Pinterest Google+

Queluz

Queluz: Roteiro de 1/2 dia. O que fazer?

Onde ficar?

Não ficamos em Queluz. Como dito acima, nossa parada aqui se deu no dia que fizemos um bate-volta a Óbidos. Ficamos no Ibis Jose Malhoa. Lisboa é super turístico e o que não falta são opções de ótimos hotéis. Procure e pesquise bastante antes de fechar.

Abaixo segue algumas opções de hotéis em Lisboa, ou visite o site do Booking.com para conhecer todas as opções.

Dicas de Queluz

  • Famosa devido ao Palácio Nacional, Queluz está situada a 15 Km de Lisboa. Como não tem muitas atrações fora o Palácio, uma parada de algumas horas em Queluz é uma opção perfeita para quem vai fazer um bate-volta de Lisboa, seja para Sintra, Óbidos (nosso caso), entre outras.
  • Como sempre sugerimos no blog, nunca deixe para comprar ingressos no momento, evitando assim filas e perda de tempo. O blog, em parceria com algumas empresas, disponibiliza a opção de compra antecipada de vários ingressos e excursões. Confira alguns exemplos.

Roteiro da Viagem

O que fazer em Queluz?

  • Dia 1 (Palácio Nacional de Queluz)

Queluz (2018)

Dia 1

Após uma ótima manhã na cidade de Óbidos, decidimos seguir para Queluz para visitar o Palácio Nacional. Como estávamos de carro, Queluz estava no caminho de volta de Óbidos para a Lisboa. Se não for o seu caso, você pode usar o transporte publico ou se preferir, ir de excursão (Get Your Guide) (Tiqets). Por estar incluído no Lisboa Card, faça as contas do seu roteiro para ver se vale a pena comprar ou não o Lisboa Card. Se achar que sim, aqui você pode compra-lo antecipadamente (Civitatis) (Get Your Guide) (Tiqets).

Fomos direto para o Palácio, pois como dito anteriormente, não há muitas outras opções turísticas na cidade. Algumas horas são mais do que suficiente para visitar o Palácio, mas para quem gosta desse tipo de atração, dá também para ficar o dia inteiro, tamanho a beleza do Palácio e principalmente de seu jardim.

O Palácio Nacional teve sua construção iniciada em 1747, sendo construído como um recanto de verão para D. Pedro de Braganca. Considerado um dos últimos edifícios do estilo rococó da Europa, o Palácio é chamado por muitos de “Versalhes Português”. O Palácio Nacional de Queluz é deslumbrante, principalmente os jardins, onde se encontram dezenas de estátuas, fontes e jardins geométricos.

Para nós brasileiros, o Palácio tem um significado histórico, pois foi lá que morava a família real antes dos mesmos fugirem para o Brasil. Inclusive os visitantes podem visitar os aposentos de Carlota Joaquina e de D. Pedro I.

 

No Comment

Leave a reply