Home»Pelo Mundo»América do Sul»Punta del Este: Roteiro de 1 dia. O que fazer?

Punta del Este: Roteiro de 1 dia. O que fazer?

0
Shares
Pinterest Google+

Punta del Este

Punta del Este: Roteiro de 1 dia. O que fazer?

Onde ficar?

Ficamos no Joan Miró Hotel. Hotel bem simples, mas que atende muito bem as necessidades, principalmente se for somente para dormir, como no nosso caso. O café-da-manhã é muito bom, assim como o atendimento. O quarto, apesar de bem pequeno, atende bem. Em termos de localização, o hotel está localizado a 100 metros da Playa Mansa e a 15 minutos de carro do faro de Punta del Este. Hotel aqui não é barato, procure bem antes de fechar.

Abaixo segue algumas opções de hotéis em Punta del Este, ou visite o site do Booking.com para conhecer todas as opções.

Dicas de Punta del Este

  • Punta del Este é conhecido como um dos mais exclusivos balneários do continente. Dito isso, é importante mencionar que as coisas aqui (hospedagem, alimentação, etc) não são baratas, por isso planeje bem sua viagem conforme seu orçamento para não ser pego de surpresa.
  • Assim como outras cidades no Uruguai, Punta del Este é uma cidade totalmente veraneia, então planeje sua viagem conforme seus interesses, pois a cidade pode ficar vazia (com muitos lugares fechados) durante a baixa temporada.
  • Como sempre sugerimos no blog, nunca deixe para comprar ingressos no momento, evitando assim filas e perda de tempo. O blog, em parceria com algumas empresas, disponibiliza a opção de compra antecipada de vários ingressos e excursões. Compare os preços entre as empresas e procure pelo menor preço. Segue alguns exemplos de excursões e ingressos disponíveis.

Roteiro da Viagem

  1. 1 dia em José Ignacio
  2. 1 dia em Punta del Este
  3. 1 dia em Montevidéu

O que fazer em Punta del Este?

Dia 1 (Café no La Linda Bakery / La Mano / Playa Brava / Avenida Gorlero / Porto de Punta del Este / Almoço no Artico / Faro de Punta del Este / Museo Casapueblo / Mirador La Balena / Jantar no 481 Gourmet)

Punta del Este (2018)

Dia 1

Saímos cedo de José Ignacio com destino a Punta del Este. A viagem dura em torno de 35-40 minutos. Paramos no meio do caminho para tomar um café, no La Linda Bakery. A cafeteria é super descolada. Paramos para tomar somente um café, mas as coisas lá pareciam tão boas que decidimos também comer uma torta de cebolas caramelizadas e uma torta de chocolate com calda de maracujá. Tudo estava muito bom. A cafeteria também tem uma vendinha, onde você pode provar as geleias, doces-de-leite, azeites e outras coisas (algumas produzidas lá). O doce de leite estava muito bom, e acabamos comprando um para trazer de volta.

Punta del Este: Roteiro de 1 dia. O que fazer?

Ao chegar em Punta del Este fomos direto para a famosa escultura La Mano (algumas pessoas chamam Los Dedos), que são aqueles famosos dedos saindo da areia na Playa Brava. Concluído em 1982 pelo artista chileno Mario Irarrázabal, La Mano se tornou um dos pontos turísticos mais famosos do Uruguai. Mesmo fora de temporada, tinham dezenas de pessoas tirando fotos da escultura.

Assim como nosso dia em José Ignacio, o tempo não nos permitia aproveitar as praias de Punta. Andamos um pouco pela Playa Brava, só para conhecer mesmo.

Paramos o carro no começo da Avenida Gorlero, a principal avenida no centro de Punta, com dezenas de lojas, cafés, restaurantes, etc. Pelo fato de ser domingo (e também fora de temporada), muitas das lojas estavam fechadas. Além disso, as ruas estavam bem vazias. Queríamos ter ido no Churros Manolo e na Gelateria Arlecchino, mas pelo horário que fomos, ambas estavam fechadas. Andamos até o final da avenida, praticamente já no porto de Punta.

O porto estava lotado, pois alguns leões marinhos ficam esperando os turistas lhe darem peixes. Você consegue chegar bem perto deles. Além disso, tem umas vendinhas de peixe, caso queira comprar algum peixe para eles.

Nosso almoço foi bem em frente ao porto, no restaurante Ártico. Especializado em frutos do mar, o restaurante oferece várias opções de almoço, do nosso famoso comida a kilo (incluindo sushi), como também a la carte. Pedimos a la carte, pois é feito lá na hora bem em frente ao cliente e parecia muito bom, além disso, a comida no kilo e o sushi não pareceram tão atraente. De entrada pedimos as lulas empanadas (445 pesos para a grande e 320 pesos para a pequena). A grande é suficiente para dois e estavam muito boas. De prato principal pedimos a Paella (325 pesos), que estava sendo feito na hora que chegamos. Se as lulas estavam muito boas, a paella estava bem normal, nada demais.

Ao sair do restaurante demos uma passada bem rápida no faro de Punta del Este e andamos de volta ao carro. Diferentemente de José Ignacio, não é permitido subir.

Punta del Este: Roteiro de 1 dia. O que fazer?

Nossa próxima parada era o famoso Museo Casapueblo. A Casapueblo não está localizada em Punta, e sim em Punta Balena, uns 15 minutos de carro. A Casapueblo é a antiga casa de verão do famoso artista uruguaio Carlos Páez Vilaró. O “complexo” inclui o museu, um café, um restaurante e o famoso hotel. O ingresso não te da direito a conhecer tudo, somente o museu. Entre as obras do artistas estão pinturas, esculturas e vários outros tipos de objetos. Muitas dessas obras envolvem o amor do artista por gatos, inclusive alguns perambulam pelo museu durante o dia. Existem também várias televisões mostrando documentários sobre a vida do artista. Ao sair do museu, tem uma trilha que te leva a lateral do hotel, onde você pode tirar boas fotos.

A região de Punta Balena é muito famosa pelo seu pôr-do-sol. Você pode ver em uma das varandas da Casapueblo ou senão pode dirigir/andar uns 800 metros para o Mirador La Balena. Se escolher a segunda opção durante a alta temporada, não vá muito tarde, pois pelo que vimos em fotos fica lotado, sem lugar para parar o carro. No nosso caso, como o tempo estava péssimo, além de estar fora da temporada, não estava tão cheio. Entretanto, estava tão nublado que nem dava para ver o sol direito.

Terminamos a noite do 481 Gourmet, um casa especializada em carnes. O restaurante fica a 5 minutos de carro do hotel. Sensacional. Tudo estava espetacular. Pedimos o Master Beef (790 Pesos) que acompanhava um batata recheada. Além disso, pedimos também uma porção de batata frita (180 Pesos). Perfeitas também. Não só a carne estava excelente, mas era mais do que suficiente para nós 2 comermos muito bem. Saímos de lá bem cheios. Tome cuidado com o ponto da carne, pois lá no Uruguai (pelo menos nos restaurantes que fomos), o mal-passado é muito mal passado. Para quem não gosta desse jeito, é melhor pedir ao ponto. No 481 Gourmet eles também servem carnes dry-aged, entretanto, como fomos fora de temporada elas não estavam maturadas ainda para serem servidas.

 

No Comment

Leave a reply